A Dieta que Previne a Celulite: Escolha Bem os Alimentos

Alimentação e a celuliteFibro edema gelóide, lipodistrofia ginóide, ou simplemente, celulite. Está aí uma das principais queixas do público feminino.

A celulite é uma desordem de causas múltiplas mas que tem na dieta hipercalórica, pobre em fibras, vitaminas, minerais e água, no uso de álcool e no sedentarismo alguns dos fatores desencadeantes. Recursos eletroterápicos, cosméticos, manuais e nutricionais são apontados como opções de tratamento, sempre associados à diminuição do álcool, cigarro e à manutenção hábitos saudáveis.

O planejamento alimentar deve priorizar a hidratação frequente e contínua, o equilíbrio calórico, a manutenção do peso ideal. A dieta deve ser rica em frutas, verduras, alimentos integrais e carboidratos de baixo índice glicêmico como maçã, pêra, ameixa, pães de fibras, queijos, iogurtes sem açúcar, leguminosas (lentilha, feijão) e oleaginosas. Deve-se evitar os doces e as farinhas brancas.

A dieta antiinflamatória, benéfica também para a saúde do coração, é totalmente indicada. Os alimentos contemporâneos como os carboidratos refinados, os doces, fast foods, refrigerantes, devem ser evitados ao máximo. Recomenda-se a diminuição do sódio presente em muitos alimentos industrializados e no sal de cozinha. Os alimentos fontes de ômega 3, especialmente os peixes de água gelada, são indicados e podem estar associados a outras gorduras, como a do azeite de oliva e das castanhas.

Enlatados, glutamato monossódico, embutidos, agrotóxicos, corantes, adoçantes artificiais, conservantes, integrantes do time dos xenobióticos, devem ficar de fora.

Melhorar a saúde do intestino, incluindo os alimentos prébióticos e os alimentos probióticos são condutas desejáveis. O cardápio deve conter sempre leite fermentado, iogurtes, chicória, farinha da banana verde, batata yacon.

Alguns suplementos são também fundamentais para quem busca melhorar o aspecto da pele e prevenção da celulite. Assim, a glucosamina, o silício orgânico, a quercetina e o Pycnogenol® são ativos que podem ser usados, desde que em dosagem personalizada.

Os alimentos antioxidantes, presente em alimentos como tomate, laranja, brócolis, soja, aveia, uva roxa, amêndoas, chá verde, completam o conjunto dos alimentos que não devem ficar de fora deste cardápio saudável.

A Nutrício possui programas nutricionais específicos para o tratamento da celulite. Trabalhamos também com o planejamento de refeições e criação de cardápios familiares (serviço de Personal Health disponível para todo o Brasil). Encontre o nutricionista mais próximo de você pesquisando em nossa Rede Credenciada de Nutricionistas.

Por: Mariana Braga Neves - nutricionista e coordenadora da Rede Credenciada de Atendimento Nutriconal da Nutrício