A Alimentação da Mulher: Saiba o Que Não Pode Faltar no Cardápio

Além da preocupação com os nutrientes necessários para garantir uma melhor qualidade de vida, manter a forma e melhorar a saúde, a mulher precisa se alimentar bem também para se manter jovem e bela, sem contar a dieta especial para a gestação e amamentação.

A proteína da carnes, aves e peixes são importantíssimas para o público feminino porque garantem um bom fornecimento de ferro, já que a necessidade deste nutriente é maior nas mulheres e sua deficiência pode causar a anemia. São importantes ainda para manter uma pele saudável e um bom tônus muscular. Ainda no grupo das proteínas, leite e derivados são excelentes fontes de cálcio e a deficiência deste mineral pode causar osteoporose, mais comum em mulheres.

Um prato ricos em vegetais e frutas não só fornece fibras e vitaminas como também os fitoquímicos, ativos que reduzem o risco de câncer de mama e colo de útero. Os amarelos fornecem o betacaroteno que auxilia no bronzeado e é antioxidante, evitando os danos do tempo e auxiliando na prevenção de uma série de doenças. E por falar em antioxidantes, mulheres devem usar fontes de vitamina C como laranja e acerola diariamente, além dos flavonóides que podem ser obtidos no suco de uva roxa. Cereais integrais, além de evitarem a constipação intestinal, comum também em mulheres, fornecem zinco e ajudam a regular os níveis de colesterol e glicose.

Ingerir peixes e outros frutos do mar pelo menos 3 vezes por semana ajuda a mulher a melhor o sistema imune muitas vezes abalado pelo estresse e pela rotina cansativa de trabalho externo e no lar. São fontes de ômega 3, nutriente presente também na linhaça que, de quebra, ajuda a melhorar os sintomas da menopausa e melhora o intestino. E já que falamos sobre menopausa, a soja também é aliada da mulher neste período. Inclua tofu e “leite de soja”, até mesmo na vida fértil, evitando somente na gestação.

A retenção de líquido, também mais comum no público feminino, pode ser amenizada com uma dieta rica em líquidos, chás, sucos naturais e pobre em sal e temperos industrializados. Aumentar as fontes de potássio, incluindo frutas como banana e laranja também auxiliam neste problema.

Os chamados “inimigos da beleza”, devem ficar de fora do cardápio feminino. São “comidinhas” nenhum pouco saudáveis, que aumentam as chances da temida lipodistrofia ginóide, a celulite. Deixe de lado os refrigerantes, frituras, salgadinhos industrializados, doces, corantes, conservantes, sucos em pó, modere o consumo de café e de álcool e inclua os alimentos probióticos na sua alimentação. Leite fermentado e os iogurtes, leves e refrescantes, são fundamentais para a saúde da mulher são somente por serem nutritivos como também para evitar a disbiose intestinal, mal que acomete o público feminino e aumenta os riscos de depressão, alergias e problemas imunes, além da constipação.

Leguminosas como feijões e lentilha, muita água, sementes, castanhas, nozes e azeite completam o cardápio da mulher que além de delicioso pode ser muito nutritivo e capaz de manter o pique total.

A Nutrício possui programas nutricionais específicos para a saúde da mulher. Trabalhamos também com o planejamento de refeições e criação de cardápios familiares (serviço de Personal Health disponível para todo o Brasil). Encontre o nutricionista mais próximo de você pesquisando em nossa Rede Credenciada de Nutricionistas.

Leia também a matéria: Alimentos do Bem Para as Mulheres »