Os Alimentos Que Reduzem os Efeitos Colaterais da Quimioterapia

Escrito por Emanuelle Vieira*
Fonte: http://idmed.terra.com.br - Seg, 01 de Outubro de 2012 18:50

Alimentação da quimioterapia

Uma alimentação saudável é sempre vital para que o organismo funcione bem, e durante a quimioterapia não poderia ser diferente, por isso, pacientes em tratamento de câncer devem ter atenção redobrada com a alimentação."Ela pode contribuir para o bem-estar e o fortalecimento do paciente, evitando a degeneração dos tecidos do corpo e ajudando a reconstruir aqueles que o tratamento contra o câncer possa ter prejudicado", explica a nutricionista Emanuelle Vieira.

Segundo ela, pacientes com boa alimentação durante o tratamento de câncer têm mais condições de vencer os efeitos colaterais e de enfrentar, com êxito, a administração de doses mais altas de certos medicamentos. É importante lembrar que não é necessário comer muito (quantidade), e sim comer bem (qualidade).

De acordo com Emanuelle, se o paciente não estiver apresentando nenhum efeito colateral, a alimentação deve ser de consistência normal ou de acordo com sua aceitação, fracionada (cinco a seis refeições/dia), variando ao máximo os componentes do cardápio, para evitar monotonia alimentar.

A ingestão de líquidos (água, sucos, água de coco, sopas etc.) deverá ser de no mínimo 1,5 a 3 litros por dia, para que haja eliminação da parte tóxica do medicamento. "Durante o tratamento a ingestão de bebidas alcoólicas não é aconselhada", alerta a nutricionista.

As drogas quimioterápicas poderão provocar efeitos colaterais que muitas vezes influenciam diretamente na sua ingestão alimentar. "Caso o paciente apresente algum efeito colateral em decorrência do tratamento, a sua alimentação deverá sofrer modificações de acordo com cada efeito colateral, por isso a importância de procurar um nutricionista", diz ela.

Continuação da matéria sobre os Alimentos que Reduzem os Efeitos Colaterais da Quimioterapia »