Apnéia: Um Problema de Tirar o Sono

Quem sofre com a apnéia sabe que o problema é para lá de incômodo. A boa notícia é que o controle alimentar e os exercícios realizados pelo fonoaudiólogo, se associados ao tratamento clínico, podem melhorar significativamente o quadro de apnéia, interrupção respiratória que ocorre durante o sono.

Mariana Braga Neves nutricionista da Nutrício, comenta que não é raro encontrar portadores da apinéia com o peso elevado. “O excesso de gordura corporal, principalmente quando está localizado na região abdominal piora o quadro e prejudica a qualidade de vida de quem já sofre com o problema”, comenta Mariana. É exatamente por isto que os médicos aconselham o emagrecimento e a manutenção do peso saudável como uma das linhas de tratamento.

Outro cuidado importante é evitar refeição volumosa e alimentos de difícil digestão no período da noite. “É muito importante que a alimentação do portador da apnéia seja orientada para evitar erros que acabam por prejudicar a qualidade do sono”, diz Mariana. A nutricionista sugere-se que sejam evitados alimentos gordurosos como frituras, queijos amarelos e carnes gordurosas. Sugere ainda que os vegetais no período da noite sejam preferencialmente cozidos, a quantidade de leguminosas (feijão, soja, lentilha) seja regrada, sem abusos e que os alimentos excessivamente fibrosos sejam usados durante o dia apenas.

Além disto, as refeições devem ser feitas de forma lenta, com boa mastigação e evitando grande quantidade de alimento.

O trabalho do fonoaudiólogo também é importante para o portador da apnéia. Confira a entrevista com a fonoaudióloga Mayra Zambelli:

O que é apnéia do sono?

Apnéia é uma interrupção respiratória. Apnéia obstrutiva do sono são episódios frequentes e repetitivos de interrupção do fluxo de ar pelas vias aéreas superiores durante o sono. A síndrome da apnéia obstrutiva do sono acontece quando essas oclusões são associadas à sonolência excessiva durante o dia, ao ronco e à doença cardiovascular.

Quais são os problemas que podem se originar desta apnéia?

As pessoas que apresentam apnéia obstrutiva do sono não têm um sono reparador, na maioria dos casos. Ronco alto e frequente, sonolência diurna, irritabilidade, dor de cabeça pela manhã, depressão, alterações respiratórias, déficts de memória e atenção, são exemplos dos achados clínicos nas pessoas que apresentam apnéia do sono.

Existe terapia fonoaudiológica que amenize o problema? Como é o tratamento fonoaudiológico para a apnéia?

As pessoas que apresentam essa interrupçao respiratória devem fazer uma avaliaçao detalhada e se indicado, existe a terapia fonoaudiológica miofuncional que são exercícios de motricidade muscular oral com ênfase na musculatura da região orofaríngea, com objetivo de melhorar o tônus dessas musculaturas e evitar as obstruções de via aérea superior.

Mayra Zambelli de Almeida
Fonoaudióloga - CRFa 3257
Rua Ceará 1709 sl 501
4101-0170 / 9336-2520
mayra@uai.com.br

A Nutrício possui programas nutricionais específicos para o controle da apnéia do sono. Trabalhamos também com o planejamento de refeições e criação de cardápios familiares (serviço de Personal Health disponível para todo o Brasil). Encontre o nutricionista mais próximo de você pesquisando em nossa Rede Credenciada de Nutricionistas.