Quando Suplementar Vitaminas e Minerais?

Vitaminas e sais minerais

Vitaminas e minerais são essenciais para o bom funcionamento do nosso organismo. São obtidos por meio de uma alimentação variada e que inclua preferencialmente alimentos frescos como frutas, vegetais, cereais integrais.

A deficiência de vitaminas e minerais, considerados alimentos reguladores, implica em diversas enfermidades e uma alimentação adequadamente balanceada é um dos passos para suprir a demanda por estes nutrientes.

Algumas situações fazem com que o organismo tenha uma maior demanda de vitaminas e minerais. Situações como estresse, doenças e estados fisiológicos como a gestação podem necessitar de atenção especial. Além disso, vitaminas e minerais atuam como nutrientes importantes no tratamento e controle de doenças fazendo com que haja a necessidade de um maior consumo em algumas situações. Um exemplo é o caso de atletas que são mais expostos à oxidação e precisam de mais desses nutrientes reguladores. Vitaminas e minerais são também utilizados na nutrição estética e na dietoterapia.

Infelizmente nem sempre temos condições de ter uma alimentação que garanta todos os nutrientes, todos os dias da semana. Em virtude da maior participação da mulher no mercado de trabalho, disponibilizando menos tempo para a compra e preparo dos alimentos, bem como do envolvimento geral das pessoas com as extenuantes jornadas de trabalho, a alimentação diária depende dos alimentos industrializados, o que leva a um consumo excessivo de carboidratos, proteínas, gorduras, quase sempre deficientes em vitaminas, minerais e fibras.

Algumas vitaminas são sensíveis à luz. Outras ao aquecimento. Tudo isso faz com que o alimento que chega ao nosso prato tenha menos nutrientes do que de fato pensamos. O resultado é o consumo diário menor de nutrientes essenciais que as recomendações nutricionais.

Os exames capazes de avaliar a adequação de vitaminas e minerais normalmente só flagram o problema quando a carência de nutrientes está em um grau mais avançado visto que as faixas de normalidades são amplas. Os sintomas clínicos também nem sempre aparecem quando os estoques começam a decrescer.

Assim, podemos considerar que no mundo moderno que há uma redução silenciosa de micronutrientes no organismo, principalmente em crianças em fase de crescimento, adolescentes, gestantes, lactantes e idosos. Diante deste quadro a suplementação então surge como importante estratégia de readequação nutricional. Lembrando que esta deve ser feita com rigor técnico de um nutricionista uma vez que certos nutrientes podem ser contra-indicados em determinadas doenças e outros podem ser tóxicos se tiverem consumo excedido. Exatamente por esse motivo os suplementos encontrados nas prateleiras das farmácias devem ser evitados. O ideal é a prescrição personalizada e feita por nutricionista.

A Nutrício possui programas nutricionais específicos para suplementação de vtaminas e minerais. Trabalhamos também com o planejamento de refeições e criação de cardápios familiares serviço de Personal Health disponível para todo o Brasil). Encontre o nutricionista mais próximo de você pesquisando em nossa Rede Credenciada de Nutricionistas.

Por: Camila Perez (graduanda em Nutrição) e Mariana Braga Neves (Nutricionista)